Domingo, 25 de outubro de 2020   
 
 
 
 

11 de março de 2015
Tempo estranhos requerem equilíbrio e bom senso

por Reinaldo Canto

Ânimos acirrados, ódios indisfarçáveis, vozes e letras alteradas e uma ausência temerária do diálogo e da ponderação.

Não é de hoje, mas vem se aprofundando de maneira assustadora a profusão de manifestações de intolerância que vicejam nas ruas, nas mídias e nas redes sociais.

1 - Motivos existem para a indignação!!

2- Motivos existem para tanta indignação??

Os grandes veículos vomitam diariamente casos de corrupção, roubalheiras absurdas. Milhões e milhões de dólares furtados e tratados como se fossem balas de padaria.

Denúncias, denúncias, denúncias! Parece que o apocalipse está próximo e caso não nos armemos de facas, metralhadoras, canhões contra os infiéis… seremos tragados pelo inferno.

Desde o período eleitoral do ano passado e as cada vez mais estarrecedoras revelações do caso Petrobrás, o ódio tomou conta de mentes e corações de uma parte da população brasileira.

O que seria um bem-vindo debate ideológico deu lugar ao perturbador e apavorante: nós os bons, contra os maus que são eles. Eles, os verdadeiros demônios!! E contra demônios não existe conversa, a não ser a espada salvadora da justiça divina.

Aí aproveito para fazer algumas reflexões a serem divididas com os leitores, bem na linha do “perguntar não ofende”:

Será mesmo esse o caminho para a construção de um Brasil melhor?

A corrupção por estas bandas começou com o PT? Ou mesmo piorou nesse período?

A melhor maneira é o impeachment da presidenta? Se for, quem será colocado no lugar dela: Temer, Eduardo Cunha, Renan Calheiros ou…UM MILITAR?

Será que não estamos cansados de assistir esse vai e volta de soluções não democráticas?

Responda você leitor, mas a minha é bem simples: um sonoro NÃO para todas essas questões!

Por mais triste e assustador que seja essa enxurrada de más notícias econômicas e de desvios sem fim de nossa maior e mais importante empresa estatal, tudo está tramitando como deve. E, importante ressaltar, isso só é possível num regime democrático.

Pessoas poderosas estão presas, mas com amplo direito de defesa. Todas as nossas instituições estão funcionando. O país, pode não parecer para alguns, mas não está parado. Tudo funciona.

Eu posso escrever essas linhas e você poderá discordar com toda a tranquilidade. Ninguém irá preso ou sofrerá constrangimentos, salvo ocorram ofensas passíveis de condenações legais.

Isso tudo seria muito diferente em regime de exceção sem que signifique o fim da corrupção. Aliás, seria um elixir para os corruptos, pois não seriam contestados.

A democracia que temos é tão imperfeita quanto a sociedade e o povo que temos. Ou não?

Se ouvirem por aí algumas pessoas ou até mesmo jornalistas dizendo que o povo brasileiro não merece os políticos ladrões que tem, faça o simples exercício de filosoficamente mais uma vez perguntar: será mesmo que não merece? Quem foi que os elegeu? E os jeitinhos cotidianos? As pequenas infrações corriqueiras? O pensar em si próprio sem levar em conta os direitos coletivos?

Pois bem, para encerrar, no próximo domingo foi convocada uma manifestação de protesto. Legítima sem dúvida, principalmente para que continue sem tréguas a se apurar e se punir a quem de direito. Agora um movimento que queira uma quebra institucional como um golpe ou a retirada de uma presidenta sem as devidas comprovações de culpa, poderão trazer consequências muito ruins para todos.

Vivemos um momento muito especial da nossa história e que pode ser de consolidação democrática e uma quebra também histórica de uma corrupção endêmica que infelizmente, sempre esteve presente na vida de nós brasileiros.

Cobranças sim, participação popular também, mas com muito diálogo, ponderação e equilíbrio! Fora disso teremos muito a lamentar!

  Arquivo
26/05/2020
Convite a União de Todos: É preciso juntar forças contra o retrocesso!
06/05/2020
RMA denuncia novas ameaças a defensores da natureza no Estado de São Paulo
29/09/2019
Por Que o Governo Bolsonaro é Obcecado Pelo Meio Ambiente
12/07/2019
Diálogos Envolverde – Bioeconomia
28/06/2019
Diálogos Envolverde – Bioeconomia
02/05/2019
Municipalistas querem cidades produtivas e antenadas com o século XXI
04/04/2019
Inteligência artificial desperta fascínio e temor no Brasil, diz pesquisa
25/02/2019
São Paulo ainda patina no setor ambiental
21/02/2019
Do flagelo ao empreendedorismo: Encontro Nacional revela um semiárido brasileiro repleto de projetos inovadores
14/01/2018
No meio ambiente, a leve sensação de uma volta ao passado
12/12/2018
COP 24: Estamos trocando a realidade pela ficção
23/11/2018
A tragédia de Mariana em aberto
26/10/2018
O sol que castiga o sertão é realidade como fonte de energia na Paraíba
19/07/2018
Nossa vida não é feita de plástico: recuse canudos
16/07/2018
Gente que faz a sustentabilidade no dia a dia
12/06/2018
FICA 2018: Sons únicos do Passado e sua melancólica extinção
06/06/2018
Renováveis sim, Alternativos não!
18/05/2018
Novo milênio derruba alguns dos valores do século 20
17/04/2018
O assédio na América Latina e a reação das brasileiras
16/04/2018
Coordenadora do Limpa Brasil fala do problema gerado pelo lixo
13/04/2018
Biocicla mostra como ir do lixo ao luxo da transformação
22/03/2018
Rio Doce, um desastre anunciado e inovação na recuperação
08/03/2018
O mundo encantado dos youtubers
08/02/2018
Sinergias entre cidades e empresas apontam caminhos para o futuro
04/01/2018
Um ano realmente novo ou seguiremos na mesma batida da irracionalidade?
27/11/2017
Ação empresas contra o desmatamento é fator de proteção ao lucro
 

2011 ~ 2020 - EcoCanto21
Reinaldo Canto
Todos os direitos reservados - www.ecocanto21.com.br
1 usuário online

Desenvovido por Tecnologia