Quinta-feira, 21 de setembro de 2017   
 
 
 
 

16 de agosto de 2017

 

19 de junho de 2017

 

8 de março de 2017

Palestra COP: Conhecer e entender a importância
das conferências climáticas em tempos de aquecimento global

Muito tem se falado das Mudanças Climáticas e do Aquecimento Global e no âmbito dessas discussões todos os anos ocorre um encontro mundial chamado, em sua sigla, de COP – Convenção das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas.

Apesar de sua importância, em geral, as pessoas não estão familiarizadas com os termos, siglas e até mesmo o alcance e importância desses encontros globais.

O objetivo desta apresentação é situar o leigo para o significado dessas COPs e o alcance de suas decisões capazes de determinar o futuro da humanidade.

Por meio de imagens, explicações didáticas e uma boa conversa, iremos abordar o histórico das conferências climáticas, seus desafios, obstáculos, curiosidades e até mesmo seus bastidores.

Vagas: 100

Facilitação: Reinaldo Canto, jornalista há 36 anos com passagens pelas principais emissoras de televisão e rádio do Brasil; foi diretor de comunicação do Greenpeace Brasil e coordenador de comunicação do Instituto Akatu pelo Consumo Consciente. Foi correspondente da revista Carta Capital, da agência Envolverde e de diversas mídias ambientais na COP-15 em Copenhague. Participou da Conferência sobre Desenvolvimentos Sustentável, a Rio+20 e foi também correspondente na COP 21 em Paris da Envolverde e da revista Carta Capital, além de publicar matérias no Blog do Planeta, da revista Época. No ano passado foi correspondente na COP22 no Marrocos (Marrakech/novembro de 2016) pela Envolverde e pelo Projeto Cásper Líbero na COP22.

Atualmente é Consultor do SEBRAE na área de Sustentabilidade e Políticas Públicas, colunista da Carta Capital (coluna: Cidadania & Sustentabilidade - www.cartacapital.com.br); colaborador e parceiro da Envolverde (www.envolverde.com.br); consultor e assessor de imprensa da Iniciativa Verde (e membro do Conselho Fiscal da organização), Consultor e palestrante.

Coordenação: Mirna Salazar Camacho

Público: estudantes, profissionais e interessados no tema.

Dia: 8 de março de 2017, quarta feira.

Horário: das 19h às 22h.

Local: Sede da UMAPAZ – Parque Ibirapuera. Av. Quarto Centenário, 1268.

Pedestres: Portão 7A.

Estacionamento: Portão 7 da Av. República do Líbano (Zona Azul).

Inscrições: aqui

Qualquer alteração na atividade será informada via e-mail aos inscritos.

 

8 e 14 de março de 2017




Vamos ao cinema? Este filme precisa do seu apoio para ser exibido. Além de ser muito bom, o filme compensou suas emissões com a Iniciativa Verde e recebeu o selo Carbon Free!!




Lua em Sagitário, 08/03/2017
Espaço Itaú Pompéia, São Paulo
https://kinorama.co/sessoes/000600562017030819/

Lua em Sagitário, 08/03/2017
Espaço Itaú Botafogo, Rio de Janeiro
https://kinorama.co/sessoes/000600212017030819/

Lua em Sagitário, 14/03/2017
Espaço Itaú Augusta Anexo, São Paulo
https://kinorama.co/sessoes/000600362017031419/

 

14 de dezembro de 2016, 10h às 12h

Envolverde Convida é um projeto de realização do Instituto Envolverde, organização da sociedade civil que fez do jornalismo sua principal ferramenta para estimular o diálogo social sobre a sustentabilidade.

Em 2016 e 2017 realizaremos a série de eventos “O Futuro das Cidades”, com o principal objetivo de trazer à tona temas estruturais para a construção de uma sociedade socialmente mais justa, ambientalmente responsável e economicamente relevante.

Especialistas e sociedade podem dialogar, trocar informações e construir conhecimentos em áreas relevantes para que o Brasil possa atingir metas em compromissos como o Acordo de Paris (COP21) e os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

O FUTURO DAS CIDADES
Como você vai viver neste século

Data: 14 de Dezembro de 2016
Horário: 10:00 as 12:00
Local: Unibes Cultural - Metro Sumaré - Linha Verde
Rua Oscar Freire, 2500 - São Paulo - SP

Programação

10h00 – Abertura e credenciamento

10h10 – Mensagem de Boas Vindas (UNIBES Cultural e Instituto Envolverde);

10h20 – Fala de Inspiração

- Ermínia Maricato - Arquiteta e urbanista. Mestre, doutora, livre docente e profa. Titular aposentada da USP

10h40 – Roda de Conversa

- Ermínia Maricato - Arquiteta e urbanista. Mestre, doutora, livre docente e profa. Titular aposentada da USP

- Rodrigo Perpétuo - Secretário-Executivo do ICLEI--Governos Locais pela Sustentabilidade

- Diego Conti - Especialista em Cidades e pesquisador do Núcleo de Estudos do Futuro da PUC-SP. Ouvidor geral da CEAGESP e diretor de relações institucionais da Abraps

- Mediação: Dal Marcondes - Diretor de redação Portal Envolverde

12h00 – Encerramento

Palestrantes

Rodrigo Perpétuo
Secretário-Executivo do ICLEI para América do Sul

É Mestre em Relações Internacionais pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG), e formado em Economia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Tem especializações em gestão de negócios pela Fundação Dom Cabral e em Cooperação Descentralizada pela Universidade Aberta da Catalunha. Ao longo de sua trajetória profissional, acumulou experiências no setor privado, trabalhando com gestão de negócios, tecnologia e educação internacional; na academia, como professor de Relações Internacionais; e no setor público.

Iniciou sua experiência com a gestão pública a convite da Prefeitura de Belo Horizonte, cidade Membro do ICLEI, em 2005, para estruturar e chefiar a Secretaria de Relações Internacionais. À frente da Secretaria Municipal, Perpétuo desempenhou o papel de secretaria executiva da Rede Mercocidades, rede que trabalha pela participação das cidades sul-americanas nos processos de integração regional, presidiu o Fórum Nacional de Secretários e Gestores Municipais de Relações Internacionais (Fonari) de 2011 a 2013, e participou de outras redes temáticas e associações globais, como a Associação Internacional das Cidades Educadoras, e o Centro Iberoamericano de Desenvolvimento Estratégico Urbano. Durante seu trabalho na Prefeitura de Belo Horizonte, coordenou a realização do Congresso Mundial ICLEI, em 2012.

Em 2015, foi convidado para chefiar a Secretaria de Relações Internacionais do Estado de Minas Gerais. Atualmente, é Secretário-Executivo do ICLEI- Governos Locais pela Sustentabilidade para América do Sul

Ermínia Maricato
Arquiteta e Urbanista

Arquiteta e urbanista. Mestre, doutora, livre docente e profa. Titular aposentada da USP

Profa visitante da University of British Columbia do Canadá e da Witwatersrand University da Africa do Sul.

Secretária de Habitação e Desenvolvimento Urbano do Município de São Paulo 1989/92

Coordenadora do Curso de Pós Graduação da FAUUSP - 1988/2002

Defendeu a Proposta de Iniciativa Popular de Reforma Urbana junto à Assembleia Nacional Constituinte

Formulou a proposta de criação do MCidades e foi Ministra Adjunta das Cidades - 2003/2005

Participou do Conselho de Pesquisa da USP 2007

Autora de 8 livros 3 dos quais na 7. Edição

Membro do Conselho da Cidade de São Paulo

Diego Conti
Especialista em Cidades e pesquisador do Núcleo de Estudos do Futuro da PUC-SP. Ouvidor geral da CEAGESP e diretor de relações institucionais da Abraps

Pesquisador e professor de pós-graduação da Fundação Instituto de Administração (FIA), da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) e pesquisador do Núcleo de Estudos do Futuro da PUC-SP.

Atualmente é assessor da presidência da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (CEAGESP).

Doutorando em administração com foco em 'governança local e cidades sustentáveis' pela PUC-SP e pela Leuphana Universität Lüneburg na Alemanha. Já participou e ministrou seminários, treinamentos e palestras em conferências e eventos em mais de 100 cidades pelo Brasil, na Europa – Alemanha, Holanda, Áustria, Suíça e Finlândia – e na Ásia – China e Japão. Recentemente conduziu um estudo em cinco países da Europa e falou sobre os primeiros resultados em uma Conferência da ONU-Habitat em Guadalajara no México (nov/15).

Atuou em um programa de desenvolvimento local na África, capacitando os governadores de Angola na área de cidades inteligentes. Além disso, recebeu um treinamento em Mudanças Climáticas com o ex-vice-presidente americano, Al Gore, nos Estados Unidos e integra a rede mundial de líderes do "Climate Reality Project". Dentre os diversos trabalhos de consultoria e treinamento, desenvolveu ações com a FIESP, a FIEMG, o Programa Brasileiro de Cidades Sustentáveis, a Hiria, CVC, Prefeitura de São Paulo, Grupo Brasil Treina, Ideia Sustentável, Oyster, Editora Brasileira e diversas outras empresas de pequeno e médio porte.

Possui ainda um background profissional diversificado com atuações em empresas, organizações do terceiro setor e em diferentes níveis do governo brasileiro.

 

Dal Marcondes
Jornalista Mediador

Jornalista, diretor presidente do Instituto Envolverde e fundador e diretor do Portal Envolverde, editor do Projeto TERRAMÉRICA, realizado com o apoio do Banco Mundial. Passou por diversas redações da grande imprensa paulista, como Agência Estado, Gazeta Mercantil, Revistas Isto É e Exame como repórter e editor de Economia e Finanças.

Desde 1998 dedica-se à cobertura de temas relacionados ao meio ambiente, educação, desenvolvimento e sustentabilidade empresarial. Recebeu por duas vezes o Prêmio Ethos de Jornalismo, recebeu o Prêmio Ponto de Mídia Livre, do Ministério da Cultura, e é reconhecido como um “Jornalista Amigo da Infância” pela agência ANDI.

É consultor em Gestão do Conhecimento em Sustentabilidade e membro do Grupo de Trabalho do Anexo Brasileiro da Global Reporting Iniciative (GRI) e correspondente em São Paulo da Agência Inter Press Service (IPS Roma/It).
Editor e autor de diversas publicações sobre economia sustentável e desenvolvimento humano, autor do livro “Cinco Anos do ISE”, feito para a BM&FBovespa.
Presidente da Rede Brasileira de Jornalismo Ambiental e vice-presidente da Associação Profissão Jornalista.

 

15 de setembro de 2016, 9h às 18h

Resíduos sólidos: Oportunidades e desafios

Programa Nacional de Resíduos Sólidos: saiba a melhor forma de se adaptar a
esta recente realidade brasileira e de trabalhar com os novos nichos de negócios

Carga Horária: 8 horas

Programação
Instituída pela Lei nº 12.305/2010, a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) é bastante atual e contém instrumentos importantes para permitir o avanço necessário ao país no enfrentamento dos principais problemas ambientais, sociais e econômicos decorrentes do manejo inadequado dos resíduos sólidos. A legislação prevê, por exemplo, a prevenção e a redução na geração de resíduos, tendo como proposta a prática de hábitos de consumo sustentável.

Neste treinamento, serão levadas ao conhecimento dos participantes as ferramentas que abrirão oportunidades profissionais para novos nichos de negócios. Para fazer parte deste cenário, será preciso entender e ser capaz de se adaptar a essa nova realidade – independentemente de qual seja o setor de atuação: público, privado ou Terceiro Setor.

Conteúdo Programático

Panorama do consumo de matérias-primas

  • Esgotamento dos recursos naturais
  • Análise da situação das reservas de matérias-primas
  • Consumo exagerado de insumos básicos

Desperdício e armazenamento de lixo

  • Sociedade do consumo e do descartável
  • Materiais reutilizáveis e/ou recicláveis
  • O colapso do armazenamento de lixo nas grandes cidades

Conhecendo as origens de um produto

  • Ciclo de vida e cadeia produtiva
  • Consequências atuais dos descartes irresponsáveis
  • Logística reversa e seus benefícios
  • Panorama geral da coleta seletiva

A Lei dos Resíduos Sólidos

  • Histórico da aprovação da PNRS
  • Principais pontos e desafios (setores público e privado e Terceiro Setor)
  • O que e quando deverá ser implementada
  • Responsabilidade compartilhada
  • As leis internacionais para a área de resíduos sólidos

Novos negócios / novas oportunidades

  • Empreendedorismo em alta
  • Planos de manejo
  • Projetos em parceria com o poder público
  • A industrialização dos resíduos
  • O futuro conectado aos projetos de desenvolvimento limpo


Dia 24 de junho de 2016, 19h

Dia 13 de maio de 2016, das 9h às 13h


Dia 23 de março de 2016, das 19h às 22h

Bastidores da 21ª Conferência do Clima - COP 21: Antes, durante e depois

Mais de 195 países decidiram assinar um acordo para frear o aumento da temperatura no planeta.
Carga Horária: 2 horas


Programação

Vamos di@logar?
"Um gostoso bate-papo no fim do expediente"

O Instituto Filantropia promove mensalmente o Di@logando, uma palestra gratuita que traz temas envolvendo a gestão da área social, do universo corporativo e do desenvolvimento humano.

Na edição de março, Reinaldo Canto fala sobre o resultado da 21ª Conferência do Clima - COP 21, que foi realizada em Paris, em dezembro de 2015 e foi considerada histórica, pois pela primeira vez, mais de 195 países decidiram assinar um acordo para frear o aumento da temperatura no planeta.

Mais de 3 mil jornalistas e alguns outros milhares de participantes ocuparam o centro de exposições Le Bourget durante 2 semanas. Muitas coisas aconteceram mais e menos importantes para se chegar a esse acordo:

• Como foi possível chegar a esse resultado?

• Quais foram os maiores destaques desse acordo?

• Quais os principais personagens dessa conferência?

• A participação do Brasil e dos brasileiros presentes ao encontro foi importante?

• É fácil acompanhar os acontecimentos com tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo?

• E a cobertura da imprensa foi boa?

• O que se espera que aconteça a partir de agora?

 

Aguardamos você para participar desse bate-papo sobre a COP 21.

Programação:

19h - Credenciamento e café de boas vindas
19h30 - Início da Palestra:
21h30 - Perguntas e respostas sobre o tema
22h - Fim de nossas atividades


Inscrição e mais detalhes



Dia 19 de março de 2016, das 9h às 13h

Os Bastidores da COP 21 e a Imprensa e o Tráfico de Animais

BASTIDORES DA COP 21: Antes, Durante e Depois

Palestrante: Reinaldo Canto, Jornalista especializado em Sustentabilidade e Meio Ambiente foi correspondente na COP 21 e escreveu para a Revista Carta Capital; para o Blog do Planeta, da revista Época e para o Portal Envolverde.

A IMPRENSA E O TRÁFICO DE ANIMAIS: Uma relação que ainda não amadureceu

Palestrante: Dimas Marques, editor do site Fauna News (www.faunanews.com.br), que seleciona e comenta notícias sobre o mercado negro de animais e os impactos de estradas e rodovias na fauna; voluntário nas ONGs PROFAUNA - Proteção à Fauna e Monitoramento Ambiental – e Freeland Brasil.

Quando: 19 de março, sábado, das 9h00 às 13h00 no Auditório Vladimir Herzog, sede do Sindicato
Para inscrição: cursos@sjsp.org.br

- Os sindicalizados, pré-sindicalizados e os que já participaram de palestras/cursos no Sindicato: nome completo, empresa onde trabalha, função e telefones para contato

- Os demais: nome completo, data de nascimento, formação (curso, faculdade e ano que se formou), MTb, empresa onde trabalha, função e telefones para contato

- Os estudantes deverão informar o curso, instituição e período/semestre que estão cursando

Os participantes receberão certificados.


Programa:

BASTIDORES DA COP 21: Antes, durante e depois

A COP 21 realizada em Paris em dezembro passado foi considerada histórica, pois pela primeira vez, mais de 195 países decidiram assinar o acordo para frear o aumento da temperatura no planeta. Mais de 3 mil jornalistas e alguns outros milhares de participantes ocupam o Centro de Exposição Le Bourget durante 2 semanas. Muitas coisas aconteceram mais e menos importantes pra se chegar a esse acordo.

Como foi possível chegar a esse resultado? Quais foram os maiores destaques desse acordo? Quais os principais personagens dessa conferência? A participação do Brasil e dos brasileiros presentes no encontro foi importante?

É fácil acompanhar os acontecimentos com as coisas acontecendo ao mesmo tempo? E a cobertura da imprensa foi boa? O que se espera que aconteça a partir de agora? Aguardamos você para participar desse bate-papo sobre a COP 21.

Sobre Reinaldo Canto

Jornalista há 35 anos formado pela Cásper Líbero; pós-graduado em Inteligência Empresarial e Gestão do Conhecimento; trabalhou nas principais emissoras de televisão e rádio do país (Globo, Record, Bandeirantes, Cultura e Gazeta); escreveu para revistas da Abril e atuou na área de comunicação de grandes empresas (Banespa, Cosesp);

Nos últimos 12 anos têm atuado na área da sustentabilidade, cidadania e meio ambiente; foi diretor de comunicação do Greenpeace Brasil; coordenador de comunicação do Instituto Akatu pelo Consumo Consciente e assessor de imprensa do Instituto Ethos; foi também correspondente da Carta Capital, da Envolverde e diversas mídias ambientais, na COP-15 em Copenhague/2009 e na Rio+20/2012.

Já participou do julgamento de diversos prêmios ambientais, entre eles, Octavio Brandão (Maceió-AL); Jornalistas & Cia/HSBC; Von Martius (Câmara Brasil-Alemanha); Abrelpe; Voluntários Bradesco e Prêmio Allianz de Jornalismo Ambiental (do qual, inclusive, foi finalista em 2011).

Atualmente é colunista da Carta Capital, do Observatório do 3º Setor (rádio e portal) e do Mercado Ético; parceiro em projetos e conteúdos da Envolverde; mediador em painéis, de feiras do empreendedor do Sebrae; professor da FAPPES nas matérias Gestão Ambiental e Sustentabilidade & Consumo Consciente; consultor e assessor de imprensa da ONG Iniciativa Verde; palestrante e consultor da área ambiental; roteirista e escritor de temas ambientais (recentemente concluiu a animação “A Rebelião das Águas”, lançada no Dia Mundial da Água:

A IMPRENSA E O TRÁFICO DE ANIMAIS: uma relação que ainda não amadureceu

O tráfico de fauna é uma das maiores agressões à biodiversidade mundial, responsável, no Brasil, pela retirada de 38 milhões de animais da natureza todos os anos. E a imprensa, aos poucos, descobre o problema e abre espaço para a cobertura do tema. Apesar da evolução, tanto o espaço quanto a qualidade precisam melhorar.

A palestra “A IMPRENSA E O TRÁFICO DE ANIMAIS: uma relação que ainda não amadureceu” apresentará um breve resumo sobre a situação do tráfico de animais silvestres no Brasil e no mundo, e como jornalistas e veículos de comunicação têm veiculado notícias sobre esse mercado negro. Exemplos de matérias serão apresentados e debatidos com os participantes na busca de uma reflexão sobre a atuação da imprensa e do que pode ser feito para a construção de uma cobertura mais eficiente.

Sobre Dimas Marques

Jornalista, com pós-graduação em Meio Ambiente e Sociedade pela FESP/SP. Atualmente, é mestrando no Núcleo de Estudos das Diversidades, Intolerâncias e Conflitos (Diversitas-FFLCH) na Universidade de São Paulo (USP), onde pesquisa a cobertura do tema “tráfico de animais” por jornais da grande imprensa; editor do site Fauna News e professor de Comunicação Ambiental no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac-SP).

Atua na imprensa desde 1991, quando começou como repórter em editorias de cidades e polícia. Partiu para a cobertura de temas ambientais em 2001. Trabalhou para vários veículos de comunicação, entre os quais o jornal Diario Popular/Diário de São Paulo, a rádio CBN e as revistas Mergulho, Horizonte Geográfico e Terra da Gente.

Em 2010, foi o 3º colocado na 10ª edição do Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade da Mata Atlântica com a matéria "Esta floresta tem dono" publicada em abril de 2009 pela revista Horizonte Geográfico.

Dimas também trabalhou como assessor de comunicação da Fundação para a Conservação e a Produção Florestal do Estado de São Paulo - Fundação Florestal e como jornalista responsável pelo periódico IF Notícias do Instituto Florestal do Estado de São Paulo.


Mais detalhes



Dia 16 de março de 2016, das 19h às 22h

A COP21 gerou diferentes percepções diante de seus resultados e muitas perguntas. Foi um sucesso? Gerou avanços? Retrocedeu? Ou foi um grande fracasso? Como foi a participação do Brasil? Afinal o que foi a COP21 e quais suas reais repercussões para o Brasil e o mundo? Venha participar dessa mesa redonda e receber informações diretas de quem esteve lá. Cada um dos convidados irá trazer uma perspectiva do que foi o mais importante evento de sustentabilidade que gerou o acordo que substituirá o Protocolo de Kyoto. O evento será mediado pela vasta experiência e competência de Delcio Rodrigues. A UMAPAZ vai trazer um pouco do que aconteceu no Le Bourget em Paris para o Parque do Ibirapuera no dia 16 de março às 19h. Não perca essa oportunidade!

Dias: 16 de março de 2016, quarta-feira

Horário: das 19h às 22h

Local: Sede da UMAPAZ


Mais detalhes

 

2011 ~ 2017 - EcoCanto21
Reinaldo Canto
Todos os direitos reservados - www.ecocanto21.com.br
9 usuários online

Desenvovido por Tecnologia