Sexta-feria, 20 de julho de 2018   
 
 
 
 

13 de junho de 2018

Comunidade se mobiliza para ter o Rio Pinheiro vivo e sem lixo

 

Reinaldo Canto é jornalista e diretor da Envolverde

Movimentos Limpa Brasil e Volta Pinheiros realizaram uma grande ação com mais de 300 estudantes e voluntários no sábado, 09/06, no Parque do Povo, região oeste de São Paulo.

Uma série de atividades foi preparada para alertar sobre a urgência de se reciclar resíduos que muitas vezes são descartados de maneira irregular e que poderiam gerar renda. A ação também chamou atenção para a triste realidade do Rio Pinheiros que diariamente recebe toneladas de lixo e esgoto não tratado.

Apenas 2,5% das 3,5 milhões de toneladas de resíduos produzidas pela cidade de São Paulo são recicladas por ano. Em 2017, por exemplo, foram apenas 85 mil toneladas. Isso sem contar a enorme quantidade de lixo que acaba indo parar em terrenos baldios, ruas, córregos e rios. O nosso sofrido e poluído Rio Pinheiros é testemunha desse descaso. O pior é que muitos desses materiais descartados poderiam gerar emprego e renda, mas na verdade apenas contribuem para causar doenças, inundações e problemas ambientais.

Mas nada melhor do que tratar um tema tão triste com atividades lúdicas para a garotada se conscientizar e trabalhar para a mudança dessa realidade.

Logo às 08:30hs, no sábado ensolarado, um simpático coco gigante foi inflado para acompanhar as dinâmicas. A garotada recebeu uma série de orientações sobre a importância de não jogar lixo na rua e sobre a importância da reciclagem. Participaram de gincanas e por fim, depositaram numa cápsula do tempo mensagens sobre quais notícias esperam ler em 2020 sobre o Rio Pinheiros. Não faltou otimismo nessas mensagens. O que a criançada mais espera no futuro é que o Pinheiros esteja limpo, com peixes, que se transforme em um parque fluvial com as famílias ocupando suas margens e até passeando de barco por suas águas.

Marcelo Reis, coordenador do Volta Pinheiros afirmou que o objetivo principal da ação é chamar à atenção das autoridades para que ajam em prol do rio. Já Edilaine Muniz, coordenadora do Movimento Limpa Brasil/Let´s do It, a limpeza do Rio Pinheiros, assim como de outros rios de São Paulo, só será possível quando todos participarem e contribuírem com esses esforços, inclusive, não jogando lixo e destinando corretamente resíduos para reciclagem. “Muitos materiais vão parar no rio agravando o aumento de sua poluição quando poderiam estar gerando riqueza e renda para muitas famílias”.

Durante o evento foi lançado o aplicativo “Worldcleanup”, que faz parte de ação internacional para engajar pessoas no apoio a ações de limpeza nas cidades. O aplicativo tem como função mapear os pontos de lixo, descartados de forma incorreta, volumes pequenos ou grandes, em qualquer local da cidade e, para que após, sejam limpos até o dia 15/09 – Dia Mundial da Limpeza. Basta fotografar esse material para identifica-lo.

Segundo Frederico Rocha Duarte, que coordenou o lançamento com vários voluntários que partiram para “caçar” descartes de lixos e entulhos nas imediações do Parque do Povo, “A experiência proposta possibilita que qualquer um que tenha o aplicativo colabore, seja através da criação de um ponto de lixo ou limpando um ponto demarcado.” Além do escopo de identificar/limpar o lixo descartado incorretamente, o aplicativo viabiliza a criação de um banco de dados de descarte incorreto de lixo com abrangência global. A relevância dessas informações consiste no que a coordenação mundial do Let’s do It chamou de “Keep It Clean! Plan”, ou em tradução livre o Plano da Manutenção da Limpeza. “É o poder da ciência cidadã, isso só seria possível com a participação ativa da população” afirma Frederico.

 
Arquivo
30 de junho de 2018
Coordenadora do
Let´s Do It visita o país e apoia ações do Limpa Brasil
28 de junho de 2018
Carta pelo Não Uso Político da Secretaria de Meio Ambiente
18 de junho de 2018
Encontro de Lideranças Femininas destaca Projetos de Empoderamento e Geração de Renda
15 de junho de 2018
Workshop discute os 6 anos do Código Florestal com a imprensa
13 de junho de 2018
Comunidade se mobiliza para ter o Rio Pinheiro vivo e sem lixo
06 de junho de 2018
20º FICA: a perfeita combinação entre arte, cultura e sustentabilidade
05 de junho de 2018
Biocicla na Virada Feminina: Transformação de materiais é oportunidade para o empoderamento das mulheres
28 de maio de 2018
Abraps apresenta sondagem sobre o perfil do profissional de sustentabilidade no Brasil
25 de maio de 2018
Estudantes de Boa Vista participam de ação de limpeza na comunidade com o apoio do Limpa Brasil e da Celpe
16 de maio de 2018
Mulheres em situação de rua recebem atendimento de entidades em SP
10 de maio de 2018
Estudantes de escolas estaduais de Brasília Teimosa promovem mutirão de limpeza na comunidade com o apoio da Celpe
24 de março de 2018
Fórum Mundial da Água: o necessário cuidado global pela água
23 de março de 2018
Trata Brasil quer tirar saneamento da invisibilidade no Norte e Nordeste
23 de março de 2018
Iniciativa Verde: Programa em Extrema-MG identifica os usos da água e suas possíveis correções Humano
23 de março de 2018
Fórum Alternativo reforça visão da água como Direito Humano
23 de março de 2018
ONU aponta que soluções para a gestão da água estão na natureza
19 de março de 2018
Uma nascente para chamar de sua!
17 de março de 2018
Fórum Mundial da Água: Afinal, quem é dono da água?
19 de janeiro de 2018
Olhar ‘verde’ une escola e profissão
29 de setembro de 2017
3ª Expo Peças dará acesso a tendências, network e novos negócios
20 de julho de 2017
Suspeita de corrupção afeta credibilidade de ações socioambientais
 

2011 ~ 2018 - EcoCanto21
Reinaldo Canto
Todos os direitos reservados - www.ecocanto21.com.br
22 usuários online

Desenvovido por Tecnologia